17 de julho de 2008

Pra acabar.

Me dá um colo que eu quero chorar.

Me dá um doce que eu quero adoçar,

Essa minha amargura tá fazendo acabar com meu coração.

Me dá uma água, a garganta tá seca.

Me dá uma fala, a atriz está muda.

Me dá logo um tiro no peito e acaba com esse meu jeito estranho de amar.

2 comentários:

João disse...

simples mas direta...
bem legal..
parabens

Pitango disse...

Que tristim!
Bjo

Pitango