15 de julho de 2008

Sozinha.

Eu não gosto mais de tantas coisas...

Eu não gosto mais de coisas das quais eu gostava.

Eu estou acomodada.

Eu estou acomodada.

As coisas não são como antes.

Eu não sou mais cega.

Agora eu enxergo.

Agora eu enxergo.

Eu não tenho mais afinidade com o que tenho.

Não quero mais o velho.

Não quero mais o velho.

Eu quero fugir, voar sobre os prédios, eu quero cair.

Eu quero cair e morrer.

Sozinha.

Nenhum comentário: