16 de dezembro de 2009

Hj é dia de... Maria? Não, de poesia! (A dama)

Você poderia ser puta, eu te amaria do mesmo jeito.

Poderia ser presidiária, viciada, fracassada.

Era só continuar tendo esses peitos.

Poderia ser estúpida, maldosa, articulada.

Desde que ainda tivesse essas pernas malditas,

Oh, pernas malditas as suas...

Eu poderia abri-las e fechá-las o tempo todo.

Você poderia cometer atrocidades,

Desde que continuasse com esse lindo sorriso.

Oh, eu poderia odiá-la,

Não fosse essa maldita obsessão,

De amá-la desse jeito.

Esse jeito doentio.

Sim, eu poderia odiá-la,

Mas quando vejo suas curvas, quando abro a sua blusa,

Todo esse ódio passa.

O resto do mundo perde a graça,

E é só você quem continua.

Um comentário:

Pitango disse...

Uau, inspirada!!!

Adorei o novo layout do blog!
Abção!